All for Joomla All for Webmasters

PÁROCOS

0
0
0
s2smodern


  • Padre José Loinir Flach

Nasceu a 25 de março de 1978, no antigo Hospital 25 de Julho, em Poço das Antas – município do Vale do Taquari. Filho de agricultores Silvino Miguel Flach (in memoriam) e Irmina Irma Flach. Tem seis irmãos, dos quais um é falecido e duas irmãs.

Os estudos para esta dedicada missão iniciaram na Escola Estadual, na época, de 1º e 2º Graus em Poço das Antas.

Tendo recebido o chamado de Deus para se dedicar a favor dos irmãos e irmãs como Presbítero, iniciou a formação com vistas ao sacerdócio, no ano de 1991, quando ingressou no Seminário Menor São José, em Gravataí, na 6ª série. No mesmo ano, foi crismado pelo Arcebispo Dom Altamiro Rossato.

Em 1994, iniciou os estudos do Ensino Médio no Seminário São João Vianney, em Bom Princípio. Em 1997, fez o Ano Propedêutico, de volta ao Seminário São José de Gravataí. Em 1998, iniciou os estudos de Teologia na PUCRS.

Após esta longa preparação, intelectual, comunitário, humano-afetiva, espiritual e pastoral foi ordenado Padre. E, neste dia, muito especial para toda a família, comunidades e amigos realizou-se a história de um sonho de Deus e da vontade do neossacerdote.

Escutar o chamado de Deus para servir à Messe do Senhor é um belo trabalho e uma digna ocupação. Ser feliz, não é uma questão de sorte, e sim, uma vontade de cada passo de nossa vida.

Paróquias e serviços prestados

Iniciou seus trabalhos em 2006, como Administrador Paroquial da Paróquia Sagrado Coração de Jesus de Alvorada. Neste mesmo ano, em setembro foi nomeado Pároco para Barão do Triunfo, na Paróquia Nossa Senhora do Rosário. Em 2010, assumiu a formação sacerdotal do Curso Propedêutico no Seminário São José de Gravataí. Tendo estado na frente da formação dos futuros padres nos últimos 4 anos assumiu no dia 12 de janeiro de 2014, a Paróquia Nossa Senhora de Fátima de Gravataí.

Que Deus Pai ilumine os nossos trabalhos, nossa caminhada, nossos sonhos. Junto com Nossa Senhora possamos ter muita luz, fé, coragem e perseverança. Junto com seu lema sacerdotal também nós queremos crescer: “Confia em Deus e ele te ajudará” (Eclo 2, 6).

  • Padre Léo Hastenteufel - de 1989 a 2000
  • Padre  Paulo Aloísio Kunrath - de 1983 a 1989
  • Padre Sérgio Fritzem - de 1976 a 1982
  • Padre Nicolau Wilibaldo Kunh - de 12 de janeiro de 1964 a 1976

 

 

Padre Luis Fernando Reis dos Santos
Vigário Paroquial

Nasceu no dia 17 de janeiro de 1954 em São Francisco de Paula. Em 1955, a família do Padre Luis foi em Canela onde ele estudou do 1º ao 4º ano no Colégio Marista. Depois, se mudou para Taquara onde estudou do 5º Ano a 1ª série do Ginásio. Em 1967, ingressou no Seminário de Gravataí onde terminou o 2º Grau.

Fez vestibular em Viamão e entrou no Curso Filosofia. Depois do 2º ano de Filosofia fez vestibular na PUCRS para a Teologia. Foi ordenado presbítero em Taquara no dia 15 de dezembro de 1979 e no dia seguinte celebrou a Primeira Missa. Foi nomeado por Dom Vicente para ser Vigário da Paróquia São João Batista de Camaquã. A seguinte nomeação foi para São Geraldo de Porto Alegre. Em seguida, foi nomeado para a Paróquia Nossa Senhora do Rosário de Fátima. Após, foi nomeado Pároco de Osório e depois para a Paróquia Santa Ana, em Gravataí. Depois de sete anos foi para a Paróquia Santa Rita, quando em seguida, por problemas de saúde foi para Taquara.

Após este tempo, Dom Altamiro Rossatto o nomeou Vigário da Paróquia Senhor Bom Jesus, de Porto Alegre. Depois de três anos, foi transferido para São José, de Sapucaia do Sul, onde permaneceu por cinco anos. Neste período, Dom Dadeus pediu que passasse um tempo no Lar Sacerdotal.

Em 2005, de saúde recuperada, foi nomeado Vigário Paroquial da Paróquia Nossa Senhora de Fátima onde permanece até os tempos atuais.

 

Padre Léo Hastenteufel - de 1989 a 2000

Ano Jubilar Nossa Senhora de Fátima
Minha Saudação muito cordial aos amigos paroquianos desta Querida Paróquia.

Tive a grata satisfação de por 12 anos fazer parte desta história. Assumi como pároco no dia 21 de janeiro de 1989, vindo de Guaíba. Fui oficialmente enviado para Esteio em 14 de janeiro de 2001. Foram anos muito bem vividos, com muitas lembranças que forraram e sedimentaram a minha vida sacerdotal. Ficaram as saudades. Tive uma experiência de muito trabalho. Eram 20 comunidades. Algumas estavam em formação. Foram constituídas as coordenações comunitárias. Fazíamos as reuniões nas comunidades com os famosos carreteiros e vinho. Reunia-se muita gente para rezar, debater as questões da comunidade e confraternizar juntos. Unia-se o útil ao agradável. Eram os tempos dos muitos batizados, muitas 1ªs Comunhões e casamentos. Deus seja louvado!

Convivi sempre com os padres auxiliares nomeados ou vindos do Seminário. Nos fins de semana, recebíamos a companhia dos seminaristas de Gravataí. Em 1992 vieram os Freis Franciscanos para as Moradas do Vale. Eles começaram a atender por lá, mas ainda integrados na Paróquia. Era uma parceria bem legal. Apredemos muito. Iniciamos o Jornal Paroquial UM PASSO A FRENTE, que era publicado mensalmente.

As Festas dos Santos padroeiros e das Santas padroeiras eram celebradas com muita fé e animação. Aproveitava-se a oportunidade para evangelizar os devotos e fiéis participantes. Programava-se um Tríduo preparatório com os temas especiais do momento. No dia da festa se fazia uma Procissão bem preparada para envolver e atingir as pessoas que não vinham na comunidade. Na caminhada em procissão se refletia e se rezava a vida da gente e a vida da comunidade, como uma grande caminhada para além, para Deus: A Procissão da Vida.

A Formação de lideranças era e continua sendo necessária e essencial às comunidades de fé. Programávamos no 4º Domingo do mês, a tarde de formação para todos. Convidávamos algum palestrante especial para assessorar. Foram tardes bem proveitosas e vividas intensamente. Junto com a vida pastoral, eram também os tempos das várias construções, que eram ocasiões favoráveis para unir sempre mais a comunidade. Foram construídas e inaugaradas as igrejas:

1.    Nossa Senhora de Lourdes
2.    São José Operário do Parque Florido
3.    Nossa Senhora Aparecida da Vila Rica
4.    São Francisco do Bairro Bom Princípio
5.    Santa Cruz do Bairro Vera Cruz
6.    Nossa Senhora da Conceição da Planaltina
7.    Santa Rita de Cássia – Morada do Vale I
8.    Nossa Senhora do Perpétuo Socorro – Águas Claras
9.    Santa Rita de Cássia da Costa do Ipiranga

Sou muito grato a Deus pelos belos anos celebrados com muita alegria nesta querida paróquia de Nossa Senhora de Fátima de Gravataí. Parabéns aos paroquianos que fazem parte desta fecunda história de vida e salvação! “Vivendo em Comunidade com Maria, nossa Mãe, a vida se torna mais fácil e bonita”. Meu abraço fraterno. Paz e bem!


                                                                                      Pe. Léo Hastenteufel
                                   Coordenador Pastoral da Arquidiocese de Porto Alegre e Pároco em Guaíba

 

Padre Genico Schneider

Fui Pároco da Paróquia Nossa Senhora de Fátima – Gravataí - de janeiro de 2001 até maio do mesmo ano. No dia 06/05/2001 foi fundada a Paróquia Santo Hilário - Gravataí na qual assumi como pároco até dezembro de 2005.

A experiência de exercer o Ministério Presbiteral numa nova paróquia foi desafiadora e enriquecedora. Por outro lado a experiência de participar do processo de instalação de uma nova paróquia também foi muito linda.

Louvo a Deus por esta oportunidade, de participar um pouquinho dos festejos dos 50 anos da Paróquia Nossa Senhora de Fátima.

Um abraço com a benção de Deus!

Padre Genico Schneider

 

 

 

Sites Católicos

Siga-nos no Facebook

Acessos

Hoje35
Ontem100
Semana356
Mês2065
Total251946

A Paróquia

Fundada em 1º de janeiro de 1964, a paróquia é formada por sete comunidades:

- Nossa Senhora Aparecida
- Nossa Senhora de Fátima
- Nossa Senhora de Lourdes
- Santa Cruz
- Santa Rita de Cássia
- São Francisco de Assis
- São José Operário

Benfeitores